Tirar Teu fôlego com minha fé?

folego

“Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou; e estando nós mortos em nossos delitos nos deu vida juntamente com Cristo, pela graça sois salvos; e juntamente com Ele nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus; pela graça sois salvos mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras para que ninguém se glorie.” (Efésios 2.4-9)

Pois é, estamos atravessando um período bastante peculiar na história da Igreja brasileira. Um tempo onde os feitos e mágicas evangélicas são tão evidentes que Deus é reduzido a um simples empregado, quando não trocado pelos ministérios e líderes que assumem esta condição divina fazendo com que os olhos do povo já não se satisfaçam com os memoriais de favores do passado, fazendo-os sempre buscar o novo, a cura, a resposta, a mágica do monte, todos os dias.

Continue Lendo

Aquele velho quartinho

pray

“E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.” (Lucas 10.38-40)

É muito comum na nossa caminhada cristã nos enchermos de afazeres. Afinal, depois daquela experiência impactante de conversão ou depois do passar dos anos dentro da igreja desde a infância, muitos de nós acumulamos funções para o Reino.
É natural que, uma vez que o Senhor abriu nossos olhos e nos deu, de graça, o maior presente que pode existir nos fazendo novas pessoas, nosso coração se mova na intenção de trabalhar e passar a viver para o Senhor em gratidão. E isso é bom!

Continue Lendo

O Cristo que me venderam com juros

CRISTO

Talvez você tenha vindo de uma família cristã como eu, talvez tenha tido contato com o cristianismo em um ponto intermediário da sua vida, quem sabe ainda teve a percepção que Cristo era a realidade quando sentiu que não podia perder a oportunidade de conhece-lo, ou ainda, talvez você não o conheça muito bem.

O que desejo falar para você hoje não é a respeito dos preceitos de fé de uma nova religião, muito menos pontuar dogmas, promover cerimônias, disseminar costumes tradicionais. No entanto, quero apresentar a você quem Jesus é e porque ele faz diferença na minha vida de maneira simples.

Continue Lendo

O deus da religião

religiao

Não sei bem como falar do deus da religião, pois esse é produto daqueles que são religiosos. E com sinceridade diante de todos vocês, não sei se sou ou não um religioso, mais um que não pensa da mesma forma que todos os demais ou se sou apenas um diferente pertencente ao mesmo grupo. 

Explico. Religião, no original, tem um significado até compreensível, “religare”, que na prática quer dizer o anseio ou prática de que utilizamos para alcançarmos a Deus. Na verdade é uma “parada” boa, ou pelo menos de aparência boa, somos nós fazendo algo para que Deus se aproxime dos envolvidos.

Continue Lendo

Deus, o Pai de filhos mimados

pai

“Suportem as dificuldades, recebendo-as como disciplina; Deus os trata como filhos. Ora, qual o filho que não é disciplinado por seu pai?” (Hebreus 12.7). “Assim como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor se compadece daqueles que o temem.”(Salmos 103.13).

​Na bíblia existem algumas analogias para descrever o relacionamento entre Deus e a humanidade, são elas: Pai e filho, noivo e noiva, pastor e ovelha, dentre outras. Essa é uma maneira do homem ter uma pequena compreensão, dentro de sua visão limitada de como Deus se relaciona com ele. Olhando sempre sob a perspectiva de que o amor de Deus não se compara ao amor de um pai, mas o amor do pai que é comparado ao amor de Deus. Deus é perfeito e é o próprio amor, o homem por sua vez é imperfeito e reflete o amor que lhe foi dado.

Continue Lendo

Sobre trono no coração e a idolatria gospel

show

 “Uma masmorra com Cristo é um trono, e um trono sem Cristo é um inferno” (Martinho Lutero)

Cada vez menos falada, um dos grandes problemas que o modelo evangélico enfrenta nos tempos atuais é a questão da idolatria. Se por um lado, alguns evangélicos adoram repudiar os cristãos católicos por acenderem velas e ajoelharem diante de imagens de barro, por outro lado, se esquecem que o conceito bíblico de idolatria vai um pouco além disso. Alguém já disse que idolatria pode ser simplesmente traduzida como adorar a criação ao invés do criador. Em um mundo regido por um sistema  capitalista, isso é muito comum, uma vez que os indivíduos cada vez mais buscam em pessoas de fama e aparente sucesso um norte para suas vidas, uma inspiração, ou até mesmo a razão de sua existência.

Continue Lendo