Aproximar para influenciar

Você não poderá fazer isso a distância

Como cristãos, nosso papel nessa vida mudou. Não temos mais que correr atrás dos nossos próprios interesses, mas os interesses de Cristo é que são os nossos agora. Cristo em mim é eu ter sua face, suas mãos, seus pés… é agir por ele aqui, na vida de outras pessoas, na rua, no trabalho, no hospital, no ônibus. Pedro nos diz que devemos estar sempre preparados para explicar a esperança que temos, e nos lembra também que esse aqui não é o nosso lar.

A maneira como temos vivido tem feito com que os que não creem façam perguntas sobre Cristo e o Reino dos Céus? Como representantes desse reino, embaixadores de Cristo, precisamos entender a cultura afim de traduzir a mensagem de Cristo para que todos compreendam. Esse é o nosso chamado!

Você deseja ser relevante, influenciar os que não creem? Você não poderá fazer isso a distância. Se queremos influenciá-los, temos que nos aproximar o suficiente para que vejam nossos erros e nossas fragilidades, e isso também será o meio pelo qual verão nossa fé como algo real e necessário.

Segue algumas dicas que Rick Warren (autor do livro “Uma vida com propósitos”) dá em um dos seus livros.

Sorria: A Bíblia diz que um olhar amigável traz alegria ao coração (Pv 15.30). Você pode influenciar com um simples sorriso.

Seja simpático: Forneça apoio emocional e incentivo às pessoas estressadas. “… nos consola em todas as nossas tribulações, para que, coma a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações” (2Co 1.4).

Sirva: Quanto mais você servir em amor aos outros, mais os influenciará. Paulo disse: “…embora seja livre de todos, fiz-me escravo de todos, para ganhar o maior número possível de pessoas” (1Co 9.19).

Fale: Ser representante de Cristo requer coragem; temos de fazer as pessoas saberem no que cremos. Seu amor não apenas nos constrange a explicar nossa fé, como também, algumas vezes, nos leva a confrontar o mau comportamento dos outros.

Santifique-se: “quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu de forma imaculada a Deus, purificará a nossa consciência de atos que levam à morte, para que sirvamos o Deus vivo!” (Hb 9.14). Grandes sacrifícios equivalem a grande influência. Isso significa que sua influência só aumentará quando você sair da zona de conforto. Se seus sacrifícios podem mudar o mundo, não é compensador?

Que tal começar a colocá-las em prática hoje? =}

Posts relacionados

Comentários