Entre você e Deus

“Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem surdo o seu ouvido, para não poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça” (Isaías 59:1-2)

Quem quer bênção? Todos querem. Quem é besta de não querer? Quem, em sã consciência, negaria este desejo? A boa notícia é que Deus também deseja nos abençoar. De fato, a sua Palavra nos diz que Ele está de braços estendidos para nos abençoar e seus ouvidos atentos para nos ouvir. Mas existe um porém, a continuação desse versículo pode ser desanimador, mas nos mostra claramente onde estamos falhando. Ele nos diz que o pecado é um impedimento às nossas orações, elas fazem separação entre nós e Deus.

Todos nós queremos ser cheios do Espírito Santo. Uma vida cheia do Espírito Santo agrada a Deus e é também o que nos capacita a cumprir a sua vontade. Mas, sempre existirão obstáculos (o mundo, o inimigo e a nossa carne) que farão de tudo pra provocar o pecado em nossas vidas, criando uma barreira entre nós e nosso Pai e obstruindo a obra do Espírito Santo em nós e através de nós.

Se quisermos ser cheios do Espírito Santo e desfrutar das Suas bênçãos, precisamos retirar esses obstáculos da nossa vida, tratando-os com sinceridade diante de Deus.

Não se pode esconder um pecado de Deus. Ele sabe de todas as coisas. A palavra nem chegou à nossa boca e Ele já conhece. Sonda e conhece os nossos pensamentos. Em Provérbios diz que quem esconde os seus pecados não prospera. É preciso confessar o nosso pecado. É preciso confiar na misericórdia de Deus, demostrada no sacrifício de Jesus Cristo ali naquela cruz. O Seu sangue nos purifica de TODO pecado (1 João 1:7). Sem o reconhecimento do pecado, não haverá confissão, por isso, precisamos pedir ao Espírito Santo que nos convença do pecado. Mas não adianta apenas confessar, é preciso abandoná-lo. Paulo diz pra Timóteo, seu filho na fé, que ele FUJA das oportunidades que pode o levar a pecar. Aquele que confessa o seu pecado e o abandona, alcança a misericórdia do Senhor (Provérbios 28:13).

Parece difícil não é? Mas, é mais simples do que você imagina. O Dr. Bill Bright, fundador da Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, dá uma excelente sugestão que quero compartilhar aqui:

a) Pegue uma folha de papel, um lápis ou caneta.
b) Ore pedindo ao Espírito Santo que mostre se há algum pecado não confessado em sua vida.
c) Faça uma lista dos pecados.
d) Confesse um por um, e à medida que confessa, risque o pecado na lista.
e) Depois de confessar todos, escreva sobre eles a promessa de 1 João 1:9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Assim, com essa certeza em seu coração, você poderá desfrutar da paz de Cristo e o poder do Espírito Santo em sua vida.