Igreja: Criada para propósitos específicos

Esquecer-se do propósito divino para nós
como igreja local é entrar em uma subvida,
de atrasos e atrofias sociais e espirituais.

Fomos criados com um propósito, temos uma finalidade e precisamos continuar sonhando com ela, vivendo nela e nos modificando a partir da finalidade que Deus em Cristo Jesus comissionou à igreja.

Desde Adão e Eva, o Senhor Deus dá sentido a tudo que Ele cria, e com a igreja não foi diferente. Assim no ato da criação da humanidade ela foi investida de um propósito, que era glorificar a Deus através de uma vida de santidade e obras de retidão cuidando da terra e dos demais seres criados pelo ato divino. O problema é que Adão e Eva se esqueceram de permanecer no proposito e caíram. Desta queda de propósito surgiram dores e mazelas que os distanciaram cada vez mais da presença de Deus e do propósito de bendito que Ele os tinha conferido. Pagaram um preço de sofrimento e atrofiamento espiritual e social que culminou na destruição de toda a sociedade que os sucederam através do juízo do dilúvio.

Depois deles A promessa dirigida a Abraão e conferida como responsabilidade às 12 tribos de Israel de restaurar as nações e conquistar a terra para dela cuidar e glorificar a Deus entre as demais nações da terra. O povo saiu do Egito com este propósito, esta era a visão que Adonai tinha dado aos líderes de Israel: Sair do Egito e conquistar toda a terra glorificando a Deus por seus poderosos feitos. Mas, mais uma vez os homens caem do propósito dado por Deus, mais uma vez uma geração é dizimada e apenas uns poucos remanescentes poupados e agora sob a liderança de Josué deveriam dar continuidade a obra divina de glorificar a Deus com atos de santidade e justiça entre as nações. A tarefa era aparentemente árdua, difícil e demorada. Conquistar toda a Terra de Canaã. O detalhe é que toda garantia tinha sido dada por Deus. Os Israelitas caminharam relativamente bem, porém mais uma vez adormeceram no propósito divino e depois da morte de Josué decaíram mais uma vez da visão e do propósito de Deus e no período dos Juízes foram várias vezes escravizados e libertos até que mais uma vez no período dos Reis principalmente em Davi caíram.

Mas, como mais uma vez os homens se desviaram da missão para qual foram designados e desta vez o restabelecimento do propósito veio através do sacrifício de Cristo que em sua ressurreição restaurou o propósito divino à vida dos homens através da instituição de Sua Igreja. Deus novamente dá um alvo aos homens, um propósito pelo qual devemos viver, mas sem abandonar. Temos que cuidar para que com o passar dos tempos a visão não seja abafada, nem tão pouco arrefecida. Precisamos continuar glorificando a Deus entre as nações com atos de amor e como comunidade local parte da Igreja de Jesus é uma missão também específica para nós.

Que não esqueçamos nossos alvos, nossa parte na edificação do corpo de Cristo na terra, a visão que Ele nos deu. Esquecer-se do propósito divino para nós como igreja local é entrar em uma subvida, de atrasos e atrofias sociais e espirituais.

Que vivamos fervorosamente a Visão e Propósito de Deus para nós. Reflita nisso e pregue o evangelho sempre.

Pr. Rui Damasceno