A nossa insuficiência e o poder de Cristo

‘E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.’ (II Coríntios 12.9)

John Owen já dizia que ‘não teremos nenhum poder de Deus, a não ser que sejamos convencidos de que não temos nenhum poder em nós mesmos’. Essa frase que remete tão claramente o que o apóstolo Paulo nos ensinou há tanto tempo foi como um alento ao meu coração quando o descobri, porque desconstruiu em mim a ideia de que eu era inferior as outras pessoas quando sentia que em mim faltava muitas coisas. Ajudou-me também a aprender a lidar com algumas frustrações minhas.

Frustração comigo mesma

Ao entrar na faculdade, me sentia tão áquem aos meus colegas que para mim era como se não fosse digna daquela vaga. Esse pensamento martelando em minha mente colaborou para que eu perdesse uma matéria na faculdade, porque eu pensava que em mim não havia capacidade nenhuma de aprender aquele conteúdo.

Eu não estava tão errada: realmente, em mim mesma, não há aptidão para fazer qualquer coisa, mas não posso nunca menosprezar o que Deus me ensina durante toda a Sua palavra. Ele é a força, o poder, a criatividade que capacita os homens a fazerem qualquer coisa, mesmo naqueles que não reconhecem isso. Hoje, tento sempre reconhecer minhas limitações e assim compreender em que devo melhorar, entregando todas as minhas falhas e deficiências ao Deus que tem que me ajudado a superar minha insignificância sabendo que Ele se importa comigo e quer me fazer crescer Nele.

Aprendi aquela matéria, passei com uma boa nota, mas o mais importante foi entender que pela Sua graça, Deus me capacita e me dá coisas que eu não sou digna de receber. E Ele faz o mesmo por você, quando encontrar uma dificuldade, não se tranque amargurado na sua insignificância. Converse com Ele e peça para que Ele assuma o controle e te ajude!

Frustração com os outros

Frustramo-nos também quando colocamos em homens responsabilidades e expectativas que apenas Deus pode suprir em nós. Nessas situações em que esperamos que algum conselho resolva, que alguém nos ajude, que não sabemos o que ou como fazer e que nenhuma pessoa pode nos dar respostas, nos sentimos num buraco onde ninguém pode nos estender a mão e nos tirar de lá, é que conhecemos mais profundamente a Deus e o Seu poder. Não é justo colocar um peso tão grande sobre alguém, sendo que ela é incapaz de cumprir. Fazer isso só vai te deixar amargurado das pessoas e, sinceramente, sem razão. Aprenda a confiar tudo a Deus, assim você colocará suas expectativas na Pessoa certa, se sentirá amparado e terá relacionamentos interpessoais melhores.

Satisfação em Deus

‘Pois quando estou fraco, sou forte.’ (II Coríntios 12.10b)

A nossa insuficiência é plenamente suprida pelo poder que há em Cristo, que pode fazer tudo e qualquer coisa (desde que essa seja Sua boa, perfeita e agradável vontade).

A competência para falar do Evangelho, vem de Deus, assim como realizar suas atividades diárias ou fazer uma descoberta incrível que mude a vida das pessoas. E, sinceramente, você não reconhecer que depende Dele, não O fará (provavelmente) tirar de você essa capacidade, mas além de colocar sobre você um julgo desnecessário (e pesado demais para) que você carregue, também te fará nunca experimentar o total potencial que Deus planejou para você. É Dele quem vem toda a habilidade porque é Ele quem opera em nós tanto o querer como o realizar. Então, renda-se à sua incapacidade e permita que Deus derrame sobre você Seu empático olhar de amor e assim te faça ir além do que seus próprios meios e forças podem te levar.

‘E é por cristo que temos tal confiança em Deus; não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus.’ (II Coríntios 3.4-5)