Todos precisamos de ajuda!

Pior que morrer é não ter pelo que morrer. Se você já não enxerga um sentido para viver, este texto é para você. Se por acaso já passou pela sua cabeça algum dia acabar com sua própria vida – ou nem isso, mas já não encontra razões para viver –  preciso mesmo que  você termine de ler esta carta.

Se por acaso teve essa dimensão em seus pensamentos, também não posso prometer resolver seus problemas, mas quero que aprenda a olhar para a vida com um pouco mais de zelo.

É crescente o número de pessoas que encontro por aí e que por uma ausência de lucidez chega a conclusão que suas vidas são completamente monótonas, dispensáveis e que acreditam que não vale mais a pena continuar a vida dessa maneira. O velho e chato papo de sobreviver ao invés de viver.

É amigos, não precisa ter uma vida miserável para julgá-la ser inútil. Em muitos casos, as pessoas têm até os seus saldos do banco mais azul que um Smurf, poupanças mais gordinhas que aquele cara do Master Chef, uma reputação tão brilhante como a do Justus, que possuem o emprego dos sonhos como aqueles prometidos no spam da caixa de entrada do e-mail, algumas relações familiares de amor como a das propagandas de margarina, e mesmo assim chegam a ver a vida como algo que já não tem mais sentido.

Outro dia, vi estampado em algum lugar: “Qual é o sentido da vida? Para frente, oras.” E, sabe, realmente esta frase faz sentido. Ouso afirmar que é bem provável que a maioria das pessoas que sofram com o desaparecimento do sentido para viver sinta-se infelizes porque entraram em um modo de vida completamente automático. A partir daí, ficou apenas com a ausência de uma visão mais ampla da realidade. Tornamos-nos apenas máquinas e todo mundo sabe que elas não pensam, não sentem, apenas são feitas para executar tarefas e sofrem os danos da sua exaustiva atividade diária até que um dia ela pára, fica obsoleta, torna-se inútil no processo inteiro.

Exatamente neste ponto que as coisas começam a sair de rota. Em determinado momento, as coisas começam a dar certo e em outros já não conseguimos mais alcançar os objetivos idealizados. É preciso saber que a vida não pode ser apenas um reflexo de ações e reações contínuas.

Depois de um tempo, chega um momento em que nossas relações são praticamente involuntárias. A gente fala “bom dia”, “boa noite”, até amanhã” e fica por isso mesmo.

Os nossos carros seriam capazes de dirigir automaticamente até nossas casas e no outro dia nos levar para o trabalho novamente. Todo dia igual. Você abre seu e-mail e responde aos clientes exatamente como fez ontem. Você almoça no mesmo lugar, com as mesmas pessoas, na mesma hora todo santo dia. Você bate o cartão na mesma máquina. Responde mais alguns e-mails. Liga para sua namorada/mãe/amigo/pai/irmã na mesma hora. Às vezes, até brigam incansavelmente pela mesma coisa. Tudo se torna um saco.

maxresdefault12

E Você ainda se pergunta porque sua vida é completamente sem sentido e vazia? Sua vida é uma sucessão de acontecimentos repetidamente chatos e só isso.

É verdade que só entrar em contato com novidades o tempo todo também não vão te arrancar desse poço existencial. A rotina para alguém é o melhor que a vida pode oferecer. Mas, até mesmo quem ama toda essa sistematização pode se cansar um dia.

Você precisa de ajuda! Não é porque está dentro de um navio gigantesco que não possa pegar o bote e fazer o caminho de volta. Se seu chefe é um mala, você tem duas alternativas, ou sai logo da aba dele e vai se aventurar ou você precisa realmente aprender a se divertir com ele.

Se você e sua namorada não se entendem, não perca tempo, a convide para experimentar outra realidade e se ela se emburrar, larga logo essa menina.

Qual é o seu problema? É você, meu amigo. Na adianta mudar de emprego, viajar para outro lugar, entrar para a academia, ignorar seus pais, entrar para a pós, mudar de religião, isso tudo não mudará o fato de que sua vida não tem significado real para continuar existindo dessa maneira.

Lembra-se da frase lá do começo? Então, você tem algo que daria a vida por aquilo? Jesus Cristo teve e esse algo, é você. A proposta dele não era mais religião, era mais significado de vida. Ele não queria uma vida sempre problemas, ele nos deu uma vida para além daqui.

Queira você ou não, ele é o real motivo para estarmos aqui. A eternidade começa exatamente agora e isso muda completamente a nossa vida. Se você quer mesmo saber a razão do nosso contentamento, eu lhe digo: É que nenhum outro ser no mundo faria o que Ele fez por mim e por você. O Nazareno de trinta e poucos tinha razão: A vida vale muito mais quando se ganha a dimensão do Eterno. Pense nisso.