Na internet os abraços não esquentam…

Hoje é o Dia Mundial da Internet e eu não poderia deixar isso passar em branco. É verdade que são incontáveis os benefícios que ela traz, mas, se eu tivesse um pouquinho de moral por aqui, eu iria propor uma loucura: Dia Mundial da (sem) Internet. Que tal?

Ao invés de e-mails, ligaríamos. Nada mais legal do que saber que alguém gastou um minutinho do seu tempo para lhe desejar um bom dia. Ao invés de chats, visitaríamos um irmão ou então marcaríamos um almoço com aqueles amigos que não vemos há bastante tempo. Ao invés de “”blogar”, “twittar” e “facebookar”, iríamos compartilhar do amor de Jesus e de nossas experiências com Ele pessoalmente para as outras pessoas. Ao invés de compartilhar algo virtualmente ou apenas curtir, como sempre fazemos, iríamos apoiar boas idéias e copiar boas atitudes. Tomaríamos um café mais demorado com a família, só para ficar um tempo a mais com eles, ao invés de correr pro computador pra dar “bom dia” nas redes sociais. Nesse dia, nas faculdades, ao invés de aulas à distância, criaríamos um grande grupo de estudo. E por aí vai.

Na internet os abraços não esquentam, os sorrisos (=D) não influenciam o meu dia e as palavras de consolo não substituem o ombro de um amigo e sua companhia. Na internet eu não posso conhecer melhor alguém, de verdade. Na internet eu não consigo viver bem de pertinho, não posso ser um bom companheiro e nem participar da vida de um amigo de uma forma real e eficaz. Talvez minha ideia não seja bem aceita por você, mas fica a dica: Troque um pedacinho do tempo que você gasta estando conectado à internet por algumas dessas idéias, eu tenho certeza de que sua vida valerá muito mais a pena e que nosso Deus certamente se alegrará com tudo isso.

A internet é uma bênção, é verdade. Nela eu encontro diariamente alimento que fortalece a minha fé e me ajuda a seguir firme e inabalável na minha caminhada cristã, mas, eu não posso esquecer do convívio com meus irmãos, do crescimento mútuo, do conhecimento compartilhado. Através da internet eu posso chegar aqui e compartilhar pensamentos e experiências vividas diariamente, mas pra que eu tenha tais experiências e elas sejam reais e não fruto da minha imaginação, eu preciso desconectar um pouco. Ou muito.

“…Eu sou aquele que sonda mente e corações, e vos darei a cada um, segundo as vossas obras” (Ap 2.23).

Desconecte para conectar!

Posts relacionados

Comentários