Dicas para lidar com a pressão de estar solteiro

2

Calma! Estar solteiro em pleno dia dos namorados não é a pior coisa do mundo! Pelo contrário, é possível que você se surpreenda sobre quão proveitoso pode ser pra você estar sem ninguém nesse momento da sua vida.

É claro que o desfile de fotos acompanhadas de declarações apaixonadas e promessas de amor eterno nas redes sociais no fim de semana que se passou fazem uma certa pressão psicológica sobre a nossa cabeça.

Isso sem falar naquela tia ‘abençoada’ ou naquele irmão ‘querido’ da igreja sempre prontos a fazer brincadeirinhas de mau gosto com nossa vida amorosa, colocando-nos contra a parede publicamente sobre quando iremos namorar, casar ou coisas do tipo.

Tudo isso somado a pressão, por vezes avassaladora, de dentro de casa, dos amigos e, infelizmente, da igreja, acaba causando muita angústia no coração de quem está solteiro. Insegurança, desconfiança no futuro, medo de não encontrar a pessoa tão desejada, são preocupações que acabam ganhando maior evidência nessa época do ano, o que muitas vezes causa tristeza perceptível no olhar de muitas moças e moços que vivem essa situação. Diante disso, como lidar com estes sentimentos?

É urgente que você compreenda que sua felicidade e realização não dependem e não podem depender de outra pessoa. Jonathan Edwards ao explanar o clássico texto de I Coríntios 13 sobre o amor, diz que é possível que façamos inúmeras coisas boas, relevantes e até mesmo extraordinárias nesta vida, contudo, é possível também, que façamos todas estas coisas não por amor a Deus, mas por amor a nós mesmos, o que, segundo o apóstolo Paulo, não teria valor algum. Isso é bastante grave. O que o apóstolo está falando é que por mais extraordinária que seja a experiência vivida, como por exemplo entregar nosso próprio corpo para ser queimado pela causa do evangelho, se ela não é fruto de nosso amor por Deus, de nada vale.

Foi na esteira desse pensamento de Edwards que John Piper cunhou sua célebre frase: ‘Deus é mais glorificado em nós quando estamos mais satisfeitos nEle’. O fim principal para o qual o ser humano foi criado é glorificar a Deus e desfrutá-lo sempre, acima de todos e de todas as coisas. Enquanto a fortaleza de nossas vidas estiver sobre os ombros de qualquer outra pessoa ou sonho que não a pessoa de nosso Senhor Jesus, estaremos incompletos e insaciados. Não devemos procurar plenitude e alegria para o coração fora da pessoa de Cristo, é Ele quem restaura o sentido da nossa existência que transcende em muito a busca por um relacionamento ou um casamento.

O que pouca gente fala e que talvez você tenha esquecido, é que em Cristo é possível ser feliz solteiro. Estar em Cristo é o segredo da vida. Estar em Cristo é estar satisfeito na vida ou na morte, no muito ou no pouco, preso ou livre, solteiro ou casado. Esta convicção de Paulo é desconcertante, é revolucionária, rompe com o status quo e pode libertar a nossa geração da pressão e da necessidade desenfreada da busca por relacionamentos. A percepção de Paulo não se trata de mera frase de efeito, mas de uma poderosa constatação de alguém que encontrou tamanho tesouro na vida que absolutamente todas as coisas se tornaram secundárias. É esta convicção que permeia o caráter do verdadeiro cristão.

forever_alone
Sim, Deus é glorificado também na sua ‘solteirice’!

 

Estar solteiro hoje é uma ótima oportunidade para você perguntar-se a si mesmo se você se encaixa nesta descrição bíblica de alguém que tem como sumo bem a pessoa de Cristo Jesus. Você faz o que faz porque ama a Deus acima de todas as coisas? Você busca o que busca por estar interessado em honrar ao Senhor mais do que a qualquer um, inclusive mais do que a você mesmo? Você acha que seu namoro, noivado e casamento realmente trarão glórias a Deus sem que antes Jesus seja o motivo principal da sua existência?

Se você confia que Cristo é seu bem maior, seu Senhor e cuida da sua vida em todos os detalhes e necessidades, administre as pressões, tome a sua cruz, ignore a sabedoria dos homens e tenha certeza de que no momento certo as coisas concernentes ao seu coração serão resolvidas pelo Supremo Pastor. O importante mesmo é deixar-se forjar pelo caráter de Cristo e descansar na certeza de que se o Senhor é nosso pastor nada nos falta, e aquilo que não temos hoje, não temos porque na realidade não precisamos.

Não deixe que vivam sua vida por você!

Que o Senhor encha seu coração de esperança e vigor para uma vida de entrega, renúncia e alegria para honra e glória do nome que está acima de todo nome, agora e sempre!

Que Deus nos alcance!