O mal silencioso nas igrejas

As Escrituras ensinam claramente
o plano de Deus para o sexo

Uma pesquisa feita pelo centro de pesquisas da LifeWay, que entrevistou 1.000 pastores nos EUA, revela que a pornografia ainda é um tabu no meio das igrejas. A grande maioria dos pastores acredita que ela tem impactado de forma negativa a vida dos membros da sua igreja, mas não fazem ideia da quantidade de membros acessam conteúdos pornográficos. E não fazem mesmo. Eu mesmo já conheci jovens que ficaram aprisionados ao vício da masturbação e pornografia por mais de 15 anos. Muitos deles ministros de louvor, líderes de jovens e filhos de pastores. Esse é um tema delicado, talvez o mais difícil de lidar de todos eles, porque quem tem esse tipo de problema dificilmente está disposto a se abrir.

Sobre a pesquisa, vou ficar com o comentário do pastor Ed Stetze: “A igreja recebeu tudo que é necessário para lidar com a sexualidade dentro de uma perspectiva bíblica. As Escrituras ensinam claramente o plano de Deus para o sexo. No entanto, nós tropeçamos desajeitadamente no lidar com essas questões. Se a igreja se recusa a abordar de frente esse tipo de assunto, não somente nos tornamos irrelevantes, mas deixamos muitas perguntas sem resposta. Assim, nunca vamos resolver esse problema”. Ele questiona ainda a dificuldade ou simplesmente o silêncio total sobre o assunto nos púlpitos da maioria das igrejas. Parece que o assunto ainda é tabu ou, no mínimo, desconfortável para a maioria dos pastores pregarem a respeito ou discutir abertamente com os membros de suas igrejas.

Se você tem problemas com a pornografia, nós do MVC, através da Palavra de Deus, podemos orientá-lo! Envie um e-mail para minhavidacrista@gmail.com. 

Posts relacionados

Comentários